segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Com a intenção de disponibilizar para o Brasil parte de seu acervo didático, a Universidade São Paulo (USP) criou o Portal e-Aulas USP. São cerca de 800 videoaulas divididas em três categorias específicas: Exatas, Humanas e Biológicas.

http://www.eaulas.usp.br/portal/home

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Fantasmagorie Émile Cohl, 1908. A primeira História de animação.

Centenas de gravuras de William Blake são encontradas em biblioteca no Reino Unido


Uma equipe coordenada pelo historiador de arte Colin Todd descobriu, na biblioteca John Rylands da Universidade de Manchester, um conjunto de 350 ilustrações do poeta e pintor britânico William Blake (1757-1827), de acordo com informações do jornal "The Independent".
A biblioteca da universidade inglesa já possuía obras de Blake, como as ilustrações coloridas à mão para o livro "Young's Night Thoughts", de Edward Young, mas os pesquisadores suspeitavam que haveria mais desenhos perdidos na vasta coleção da biblioteca, que possui cerca de um milhão de livros e documentos.
A seleção de gravuras será exposta na Universidade de Manchester em fevereiro.
William Blake é considerado um dos grandes poetas do Romantismo e um dos mais importantes autores da literatura inglesa.

fonte: Folha de São Paulo

Arquivo Nacional inaugura exposição Arquivos do Brasil: Memória do Mundo

Será inaugurada no Arquivo Nacional, em sua sede no Rio de Janeiro, no dia 26 de fevereiro, às 18h, a exposição comemorativa em homenagem aos 20 anos de existência do Programa Memória do Mundo da UNESCO/Memory of the World – MOW e também aos 5 anos de instalação do Comitê Nacional do Brasil do Programa Memória do Mundo.

Criado pela UNESCO, órgão das Nações Unidas, em 1992, o Programa reconhece como patrimônio da humanidade documentos, arquivos e bibliotecas de grande valor internacional, regional e nacional, inscrevendo-os nos registros e conferindo-lhes certificados que os identificam. Tendo como objetivo estimular a preservação e a ampla difusão desse acervo, o MOW facilita a preservação desses documentos e seu acesso, contribuindo, assim, para despertar a consciência coletiva para o patrimônio documental da humanidade.

Entre os anos de 2007 e 2011, foram nominados 45 (quarenta e cinco) acervos brasileiros constituídos de enorme diversidade cronológica e tipologias documentais, custodiados pelas mais diferentes instituições. O filme Limite, de Mário Peixoto (Fundação Cinemateca Brasileira); a Lei Áurea (Arquivo Nacional); os manuscritos musicais de Carlos Gomes (Fundação Biblioteca Nacional); o diário de viagens do Imperador d. Pedro II pelo Brasil e pelo mundo (Museu Imperial) são alguns exemplos de acervos agora reconhecidos como Memória do Mundo. Na Fiocruz, os fundos Oswaldo Cruz e Carlos Chagas foram reconhecidos pelo Programa Memória do Mundo, em 2007 e 2008, respectivamente. Em 2012, foi a vez dos negativos de vidro do Fundo Instituto Oswaldo Cruz.

A exposição de caráter educativo e itinerante exibirá em torno de 400 imagens, distribuídas em nove módulos, que integram acervos brasileiros nominados pelo programa Memória do Mundo da UNESCO em nível nacional (Brasil), regional (América Latina e Caribe) e internacional.

Além das imagens em painéis, a exposição contará com 4 filmes editados a partir dos acervos nominados. Também serão expostos documentos originais em vitrines climatizadas, entre eles, mapas, a sentença dos Autos da Devassa da Inconfidência Mineira e a Lei Áurea, que neste ano completa 125 anos. Com entrada franca, a mostra ficará aberta de 26 de fevereiro a 31 de maio, das 9h às 17h, e contará com monitores, catálogo e folders.

São parceiros do Arquivo Nacional, neste projeto, a UNESCO e as instituições custodiadoras dos acervos nominados.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Arquivo Nacional
Museu virtual da Capela Cistina

http://www.vatican.va/various/cappelle/sistina_vr/index.html
Museu virtual do Iraque

http://www.virtualmuseumiraq.cnr.it/prehome.htm
Lima Barreto "Lá fora o falsete dos mascarados, as longas cantilenas dos cordões, os risos e as músicas lascivas"


Livro digitalizado:

http://www.brasiliana.usp.br/bbd/handle/1918/00117600#page/1/mode/1up