sábado, 30 de abril de 2011

Casa das Áfricas


Site que promove e incentiva cultura, estudos e atividades relacionadas as sociedades africanas. Possui um enorme acervo fotográfico, vídeos, postais, filmes, mapas interativos, artigos, entre outras raridades da cultura africana. (Secretária Municipal da Educação e Cultura de Salvador)

Endereço: http://www.casadasafricas.org.br/

As mulheres e o véu no mundo islâmico



O uso do véu, do chador, da burca e de outros adereços da cultura islâmica feminina varia de acordo com as tradições de cada país.

Iraque - Até a queda de Saddam Hussein, a maioria das mulheres não usava as vestes tradicionais islâmicas. Com a ascensão da maioria xiita, muitas se cobrem temendo punições. No sul, até as cristãs têm de usar o véu.

Irã - Leis exigem que se cubra o cabelo. As mulheres usam lenços na cabeça, mas não no rosto. As mais velhas usam o chador, manto preto que cobre a cabeça e o corpo.

Turquia - O estado laico baniu o véu de prédios públicos. Mas não há um relaxamento da lei com a crescente influência de grupos islâmicos. Muitas mulheres usam o véu em grandes cidades.

Líbano - É um dos países mais liberais do mundo mulçumano. É comum ver jovens de jeans ao lado de mulheres cobertas.

Jordânia - Não há debate público sobre o tema, mas em famílias conservadoras é comum mulheres usarem o jijab, véu que cobre o rosto e deixa só os olhos a mostra.

Afeganistão - O Taleban obrigava as mulheres a se cobrir dos pés a cabeça com a burca. Com a queda do regime, em 2011, o uso da burca se tornou opcional.

Malásia - O uso do véu cobrindo a cabeça e o pescoço, chamado de tudung, aumentou nos últimos quinze anos. Hoje as mulheres são pressionadas a usá-lo.

Fonte: Oliveira, Gisele. J. - As mulheres e o véu no mundo islâmico. Folha de São Paulo, 20 de nov 2006.

Museu Virtual Memória da Propaganda


O Museu da Propaganda é um desses espaços na web onde podemos encontrar propagandas de mídias variadas como: revistas, jornais e televisão. A documentação é uma fonte interessante para quem pesquisa a História da imagem ou apenas para relembrar comerciais que marcaram uma época, vale a pena conferir.

Endereço: http://www.memoriadapropaganda.org.br/

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Biblioteca francesa Digital Gallica


A Biblioteca Digital Gallica tem um enorme acervo bibliográfico e artístico, contendo: manuscritos, documentos, livros, mapas, imagens, músicas, imprensa, revista e partituras. Livros como de Baudelaire, Flaubet, La Croix, Pinel e outros tantos, são encontrados com apenas um clique. Boa pesquisa!

Site: http://gallica.bnf.fr/?lang=PT

Veja também os arquivos temáticos da Biblioteca Gallica:

http://gallica.bnf.fr/FromHomeToDossiers?lang=PT

imagem: manuscrito de Gustave Flaubert

sábado, 16 de abril de 2011

A Hemeroteca do Instituto do Ceará

Uma parceria com o Instituto Histórico do Ceará e o Banco do Nordeste do Brasil está garantindo a digitalização de parte do acervo “Hemerográfico do IC”. Os títulos digitalizados serão disponbilizados em CD-ROM.

Relação de títulos existentes na Hemeroteca estão nesse site:

http://www.institutodoceara.org.br/aspx/hemeroteca

terça-feira, 5 de abril de 2011


Revista acadêmica Moanga - Pós-graduação de História Social da UFC - Submissão de artigos de 01/03 a 29/04
Dossiê Temático: Práticas Urbanas
Normas Editoriais e publicação no site:

http://www.historia.ufc.br/ver-noticia.php?id=118